:::
Cultura
14/10/2018

UM SONHO, UMA COMUNIDADE: A HISTÓRIA DO ARTESANATO DO BARRO DO CAMPO VERDE EM ÁGUA BRANCA


Por: Amosiel

Os povoados produtores do artesanato no barro no município de Água Brancaeram ascomunidades da Olaria e Onça. O Povoado Campo Verde era chamado de Fundão da Onça, que teve o seu nome mudado por um dos maiores proprietários de terras da localidade, o senhor Heráclito Soares de Melo Filho (vulgo Nô Heráclito), casado com Maria Alexandre Lima (vulgo Dona Lili), que com ela teve três filhos. Nô Heráclito faleceu em 1° de julho de 2000, exerceu a profissão de 2° Tabelião Público e Oficial do Registro Civil, foi agricultor e exercia forte influência política na comunidade. Sua descendência vem da linhagem do Major Francisco Casado de Melo, um dos fundadores da cidade, que ajudou na construção da Igrejinha de Nossa Senhora da Conceição, hoje conhecida como Igrejinha de Nossa Senhora do Rosário (1770), pois mudou de santo padroeiro, quando o barão da cidade inaugurou a grande igreja matriz. Foi provavelmente a edificação mais antiga da região, sendo edificada em um terreno que se localizava em área estratégica, sinalizando e conectando Água Branca aos povoados de Boqueirão, Várzea do Pico e Olaria.

A Olaria é um dos povoados mais antigos do município, se destacou por seus mais de 200 anos de produção artesanal, que sustentou muitas gerações até a atualidade. O Campo Verde surge com a implantação do engenho de cana-de-açúcar. SegundoDona Lili, a partir de 1955, foram sendo adquiridas as primeiras terras no Fundão da Onça, com o objetivo de plantar cana e construir o empreendimento, seu Nô, adquiriu cerca de trezentas tarefas para estruturar seu negócio. De 1962 à 1970, seu projeto estava estabelecido. Tinha as terras e o engenho, porém, se decepcionou. A região não gerava cana de qualidade, e em sua primeira moagem, o melado produzido não tinha qualidade nenhuma.

Deixoude lado seu projeto, masatraiu muitas pessoas para a região, que hoje é denominada de Campo Verde. Herdeira da produção do artesanato cerâmico atualmente.

Esse desejo de implantação do engenho não é novo, na história do município tem relevância, pois em 1896, o Sr. Joaquim Minervino estabeleceu em Água Branca um engenho de açúcar, destinado a produção de rapadura e mel, da cachaça e doaçúcar mascavo. Com isso, a cultura do açúcar foi tomando proporções em todo o município, estabelecendo raízes e transformando a cidade em um polo produtor. No ano de 1904, o comercio de Água Branca era estável e vivia seu auge, com o surgimento de casas de negócio, oficinas, escritórios, armazéns de compras de cereais, e algodão, tornou-se uma potência no ramo do açúcar e seus derivados, e se destacava regionalmente na criação bovina.

A rapadura produzida em Água Branca, era um dos produtos mais consumidos no município, impulsionou o comércio da cidade e acentuou a produção na região sertaneja. Foitalvez esse sentimento que influenciou o saudoso Nô Heráclito, a investir nessa criação do seu lendário engenho no Campo Verde. O que deu certo foi a migração do povo para a região e o surgimento de uma nova comunidade.

Baixar o Artigo Completo. ANEXO - Baixar o Artigo Completo.


ASSISTA AO VIVO
PUBLICIDADE

Sua marca aqui
Divulgue sua marca aqui
Nosso foco é o seu crescimento, sua empresa
Aparaça aqui, divulgue sua marca. vem com a gente
Venha crescer com a gente
Sua marca aqui
sua marca aqui
PMDG
Prefeitura Paulo Afonso
PMDG
Atitude muda o rumo do seus negocios
Alpha
Todos os direitos reservados - 2016